Rendimento de tubérculos de clones avançados de batata

G.O. da Silva, A. da Silva Pereira, A.D. Ferreira de Carvalho, F. Quintanilha Azevedo, R.S. Ponijaleki

Resumen


O objetivo do presente trabalho foi avaliar o desempenho de clones de batata quanto ao rendimento de tubérculos em Canoinhas-SC e Pelotas-RS, Sul do Brasil. Os experimentos foram realizados nas safras de primavera de 2013 e 2014. Foram avaliados onze clones avançados do programa de melhoramento da Embrapa e duas cultivares comerciais, Agata e Asterix. O delineamento experimental foi em blocos casualizados com quatro repetições, exceto no experimento da primavera de 2013 em Pelotas, que teve três repetições. A parcela consistiu de duas linhas de 3,5 m com 10 plantas cada. Para os experimentos de 2013, foram utilizados tubérculos-semente tipo IV (minitubérculos) e para os experimentos de 2014 tubérculos-semente tipo II dos experimentos de 2013. Cerca de 110 dias após o plantio foram realizadas as colheitas, seguida das avaliações de caracteres de rendimento de tubérculos. A ANOVA revelou diferenças significativas (p<0,05) entre os genótipos para todos os caracteres e experimentos. A interação G x A foi significativa para todos os caracteres em cada local. A superioridade dos clones em relação às cultivares testemunhas, indica que eles apresentam potencial para se tornarem cultivares, quanto a caracteres de rendimento de tubérculos. Concluiu-se que os clones F102-07-22 e F23-06-02 têm um alto potencial de produção de tubérculos em Pelotas e Canoinhas, enquanto F22-08-01 e F23-06-24 apresentam melhor adaptação à Pelotas.

Texto completo:

PDF

Enlaces de Referencia

  • Por el momento, no existen enlaces de referencia